domingo, 11 de dezembro de 2011

Mulher! Cidadania e Transformação Social!

CIDADANIA.

É participar ativamente da vida em sociedade e responsabilizar-se pela sua vida e pela vida da sua comunidade.

Para que nós mulheres possamos exercer nossa cidadania ativamente precisamos ter pleno conhecimento de nossos direitos e deveres civis, entender o funcionamento político, econômico e a aplicação de leis em nosso país, e principalmente nos sentir responsáveis pelo bem-estar de outras mulheres e da nossa comunidade.

Felizmente o cenário atual da comunidade brasileira vem  mostrando mais exemplos de cidadania. Apesar da justiça, igualdade e inclusão social, historicamente defendidas por ativistas preocupados com o bem-estar comum, ainda ser  ignoradas por muitos de nós e negligenciadas pelas ditas "autoridades" políticas. Nos da Rede de Mulheres sentimos aos poucos uma motivação e participação cada vez mais presente de mulheres negras e da periferia.


O cenário político de corrupção, a falta do exercício da cidadania e a situação econômica de muitos brasileiros contribui para um ambiente de discrença na política onde a maioria das pessoas afirmam não gostar de política ou de não querer se envolver com política. Será que este é o caminho certo a seguir?

O Brasil carece de muitas coisas para tornar-se um país justo mas o principal delas é de uma educação para a participaçao e controle social e de uma educação para a cidadania. Precisamos de pessoas politicamente engajadas, confiantes e motivadas a participar ativamente na sociedade e preparadas para questionar injustiças mesmo que estas não as  influencie diretamente.

Não podemos esperar que as coisas aconteçam por elas mesmas, a corrupção não vai acabar se nós não começarmos a "gostar" de política e a exercer um senso de comunidade. Não basta  ter direitos e deveres, temos que nos envolver e nos preocupar. Só assim iniciaremos a construção de um país verdadeiramente democrático e com justiça social.

Sabemos que as decisões políticas influenciam a vida de todos nós de uma forma direta ou indireta, mais diretamente a algumas pessoas ou a uma classe social do que a outras. É fato que ao negligenciar a educação de crianças, a igualdade de direitos e a democracia racial hoje estamos criando a violência, a desigualdade e a pobreza de amanhã.

Contrariamente ao que as pessoas praticam hoje na esfera política, a melhor maneira de combater a corrupção, a desigualdade, o preconceito e a pobreza em nosso país é através da participação de cidadãos bem informados, ativos politicamente e socialmente responsáveis. 

Nós mulheres fortes e unidas podemos iniciar esta revolução cidadã e fazer acontecer a transformação social que tanto almejamos!

Fique ligad@ no nosso BLOGativismo!

Continuaremos a informar nosso trabalho e a exercer a nossa cidadania!

Muito Axé!  



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário